A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) atingiu diversos destinos turísticos por todos os continentes e fez turistas cancelarem ou adiarem planos de viagem no Brasil e no mundo. Por enquanto, turismo mesmo só em casa, com tour virtuais, lives e experiências do tipo.

Apesar da suspensão do turismo em escala internacional, o momento atual pode virar uma boa oportunidade para o viajante acumular milhas para aproveitar futuras promoções que podem acontecer no retorno das viagens.

Ficou interessado? Quer saber como acumular suas milhas agora, para desfrutar de grandes e belas viagens no momento adequado? Siga conosco! Na sequência, te damos dicas de como você pode acumular seus pontos, para aproveitá-los mais para a frente!

Dicas úteis para te ajudar a acumular milhas

O especialista do Fábrica de Milhas, Rodrigo Góes, nos ofereceu 3 dicas maravilhosas para acumular milhas nesse momento. Acompanhe:

Transfira pontos somente com ganho de bônus

Para você viajante, que deseja acumular mais milhas, mas sem gastar mais nada para atingir tal objetivo, a primeira dica é ficar atento a promoções que dão bônus na hora de transferir as milhas do cartão de crédito para o programa de fidelidade.

“Promoções como essas ocorrem mensalmente, pois os programas precisam convencer o cliente a transferir o que acumulou no cartão”, explica Rodrigo Góes. “Existem promoções de 60%, 80% e até 100% de ganho sob o que está transferindo, fique de olho”, alerta o especialista em milhas.

Utilize aplicativos estratégicos na hora de pagar as suas contas

Góes sugere, ainda, o uso de alguns aplicativos na hora de pagar os boletos, inclusive as contas fixas, potencializando o acúmulo comum das milhas. Aplicativos como o Ame Digital, Mercado Pago e RecargaPay utilizam o cartão de crédito na hora de pagar as contas, fazendo o viajante acumular mais milhas em seu cartão de crédito com um gasto que já teria.

Compre de maneira estratégica

Assim como o viajante pesquisa na internet o preço de um produto antes de comprar, vale a pena também procurar promoções deste mesmo produto que incluem um ganho de milhas, juntando as milhas que ganharia por ter feito a compra no cartão de crédito com as que estavam disponíveis na promoção.

Acumule milhas diariamente

Rodrigo Góes também ensina que acumular milhas deve ser algo feito no dia a dia, e não apenas na hora de planejar a sua próxima viagem. “A maioria acha que só vai conseguir acumular milhas viajando, o que já mostramos acima que não é verdade, e que só vale fazer isso se viaja com frequência”, explica o especialista. “Entretanto, as milhas podem ser usadas para comprar produtos e até vender para plataformas e fazer uma renda extra”, finaliza Góes.

Quais cuidados se deve ter com as milhas aéreas na quarentena?

Se você pretende acumular milhas aéreas durante a pandemia do novo coronavírus, é importante saber como agir nesse momento de pausa do turismo internacional e ter consciência dos cuidados para não ter prejuízos financeiros. O especialista Rodrigo Góes, do projeto Fábrica de Milhas, afirma que a melhor hora de acumular milhas aéreas é agora.

“Poucas pessoas aproveitam os benefícios do acúmulo das milhas e não tem momento melhor para aprender como fazer isso do que agora. Entretanto, é mais simples do que parece e depois que você coloca a prática na sua rotina de consumo/pagamento, percebe que perdeu muitas oportunidades. Felizmente, nunca é tarde para começar”, diz Góes.

Apesar de o cenário não ser animador no turismo, investir em milhas é uma boa oportunidade para quem pensa em longo prazo. Algumas empresas têm feito ótimas promoções para fidelizar seus clientes e quem tiver milhas acumuladas poderá sair na frente.

Um dos exemplos de promoções que valem a pena durante a quarentena é com relação às milhas bônus , que geralmente têm prazo de uso de no máximo seis meses. Com a pandemia, os programas têm dado de um até três anos para os clientes usá-las.

Pretende vender suas milhas? Cuidado!

Assim como tem as pessoas que acumulam milhas, existem as que vendem essas milhas para fazer uma renda extra. Se você está neste segundo grupo, é importante ter cuidado se for vender suas milhas durante a pandemia.

“Como há muita oferta e baixa procura, os preços oferecidos para a compra do milheiro não estão dos melhores. Mas, caso você precise muito fazer a venda, fique atento também aos prazos para pagamento, que normalmente são de 30, 15 ou 0 dias, mas atualmente estão em 45, 30, 15 ou 0”, enfatiza o especialista do Fábrica de Milhas.

Além da venda, Rodrigo Góes alerta que algumas plataformas têm atrasado os prazos estabelecidos para as milhas. Portanto, é necessário avaliar a situação para não perder dinheiro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*