Com o novo avanço no número de contaminados com o novo coronavírus, as recomendações de restrições e o cancelamento de festas tradicionais da virada acabaram acontecendo.

Entre uma das mais famosas, o show de fogos na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, que inclusive pode ter o acesso restringido do dia 31 para 1º de janeiro, estão desmobilizando o planejamento de viagens para o fim de ano. Um baque para o setor turístico, que vem experimentando uma recuperação lenta, mas gradual.

Pelo menos esse é o cenário que indica uma pesquisa realizada pelo site MelhorCambio.com. O levantamento foi realizado com 13.780 pessoas e indicou que apenas 3% dos brasileiros pretendem viajar no fim de ano. Uma mudança de comportamento que reflete exatamente a alta no número de casos de Covid.

Para se ter ideia, uma pesquisa similar realizada no mês de outubro havia indicado que 68% dos brasileiros estavam interessados em viajar nos meses seguintes. Agora, no novo levantamento, os planos ficaram para 2021: 28% dos entrevistados declararam que têm planos de viajar no primeiro semestre do próximo ano.

Outros 24,3% apontaram na pesquisa que deverão retomar o planejamento de viagens só no segundo semestre de 2021; enquanto 35,7% não pensam em datas e devem aguardar até que o cenário fique menos incerto.

O isolamento social pode ser um período propício para planejar a próxima viagem que deseja fazer, é o que explica Alexandre Monteiro, sócio da startup e responsável pela pesquisa. Ele ainda deu dicas para os viajantes. Confira abaixo as indicações de Alexandre:

Planejamento é essencial

Decida com antecedência o local que pretende viajar nas próximas férias e já comece a procurar por promoções de passagem. “Quanto mais longe o dia da compra estiver do dia do embarque, maiores são as chances de conseguir um bom preço”, indica Alexandre. Estabeleça ainda uma lista de hotéis e locais que pretende visitar no seu destino.

Desde já, economize para realizar o seu objetivo

Viajar demanda também ter um planejamento financeiro. E quanto mais cedo você definir seu destino, maior será o tempo hábil para reservar economias. Por isso, não hesite em guardar aquele ‘dinheirinho’ pensando nos benefícios que ele trará para o seu lazer futuramente.

Atenção ao noticiário

Ainda mais se estiver pensando em viajar para o exterior, acompanhe sempre o noticiário referente àquele país. Todas as variantes devem ser analisadas, já que circunstâncias econômicas, políticas, sociais e de saúde podem interferir diretamente na cotação do câmbio ou determinar restrições e mudanças em seus planos de viagem.

Compre moeda aos poucos

Não tem nada pior do que definir uma viagem de última hora e se deparar com o câmbio altíssimo. Algo que poderia ser facilmente resolvido se o viajante aproveitasse o período até a viagem para ir comprando a moeda estrangeira aos poucos e aproveitando os momentos de baixa do mercado.

Por isso, faça essa reserva sem desespero, adquirindo o dinheiro de forma controlada, sem afetar o seu orçamento. O Passagem Para Todos acrescenta mais duas dicas:

Saiba as recomendações de segurança do destino que você planeja visitar

Para aqueles que planejam viagens para o exterior no primeiro ou segundo semestre de 2021, saiba todas as recomendações de segurança e saúde que os países estão exigindo para entrada em meio à pandemia do novo coronavírus. Dependendo do local, até mesmo uma quarentena é orientada, o que pode comprometer sua viagem, ainda mais se for por poucos dias de permanência.

Opte pelo turismo doméstico

Não há restrições de viagens pelo Brasil. Então, esse pode ser o momento que você tanto esperou para conhecer aquela praia no nordeste, ou ainda aproveitar aquele sítio, hotel fazenda ou pousada em cidades próximas à sua região.

O mais beneficiado nesse período, ainda mais com a constante variação do dólar, é o turismo doméstico. A indicação é a mesma. Planeje o local com antecedência e vá fazendo sua reserva para desfrutar do melhor da viagem.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*