Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) apontou que o turismo no país cresceu 7,1% em outubro, mas acumula uma perda de 38% no ano.

Para retornar ao patamar pré-pandemia, o indicador do turismo precisaria atingir 54,7%. O movimento ainda é lento, mas algumas opções já se apresentam como possibilidade de recuperação. A tendência de 2021 é que o turismo doméstico seja o principal responsável pela retomada do setor.

De acordo com levantamento do Banco Central divulgado em outubro, os gastos de turistas brasileiros no exterior caíram 77% em setembro em relação ao mesmo período do ano passado. Quem pode ganhar espaço com essa mudança de perfil é o Turismo Rural.

O que é Turismo Rural?

Basicamente toda atividade turística realizada no meio rural, que envolvem de alguma forma a agropecuária ou seus produtos e serviços, assim como os locais naturais que são característicos dessas áreas. O Turismo Rural engloba ainda o agroturismo, a agricultura familiar, e se relaciona com outros segmentos como o turismo de natureza, turismo de aventura, dentre outros.

O Ministério do Turismo divulgou dados sobre a importância do segmento, que ganha a preferência devido ao perfil do consumidor de buscar viagens de curta distância e atividades ao ar livre, propiciando também o contato com a natureza.

O que busca o consumidor do Turismo Rural?

Além da praticidade já citada, como as viagens de curta distância, uma pesquisa da MindMiners revelou que 61% dos entrevistados vem optando por deslocamentos dentro do país, antes de viajar para o exterior, na atualidade. O levantamento ainda aponta que há preferência por viajar em carro próprio para destinos turísticos mais próximos.

Qual o perfil do consumidor do Turismo Rural?

Ainda há pouco estudo em relação às características e movimentações relacionadas ao perfil do consumidor do Turismo Rural. Mas, em geral, o Ministério do Turismo definiu esse grupo como aquele formado por moradores de grandes centros urbanos, que fazem viagens de curta duração – fins de semana e feriados, são apreciadores da gastronomia típica regional, valorizam produtos autênticos e artesanais, geralmente percorrem distâncias curtas (até 150 km) do núcleo urbano ao destino rural.

Eles ainda são aqueles turistas conhecidos de autoguiados, ou seja, os que não utilizam agências ou operadoras de turismo para realizar suas viagens.

Conheça os cinco destinos mais procurados para Turismo Rural no Brasil

1. Gravatá

O interior do Recife tem uma natureza exuberante. Não à toa, mesmo em meio ao nordeste, Gravatá é uma grande surpresa para os turistas por reservar um clima serrano, com cachoeiras, piscinas naturais, matas fechadas, fazendas e uma rica área verde para você se deleitar curtindo o melhor da natureza.

2. Cabaceiras

A 180 quilômetros de João Pessoa, na Paraíba, a cidade de Cabeceiras é conhecida mundialmente por ser a cidade do filme ‘Auto da Compadecida’. Dentre os pontos turísticos, o mais deslumbrante e que precisa estar na lista de qualquer visitante é o Lajeado de Pai Mateus A tradicional festa do Bode Rei é outro marco de Cabeceiras, evento que sempre acontece no mês de junho. A cidade também é conhecida pelo artesanato em couro.

3. Ilhéus

O turismo rural na conhecida cidade do sul da Bahia é fortemente puxado pela produção de cacau. Ao turista estão disponíveis várias opções de fazenda que mostram todo o processo de extração da iguaria que encanta o mundo inteiro. Para completar, as belezas naturais de Ilhéus são inúmeras, englobando da área rural às praias.

4. Venda Nova do Imigrante

Essa cidade capixaba é conhecida como a capital do agroturismo brasileiro, e propicia aos turistas 70 locais, incluindo fazendas, vinícolas e cachaçarias, além de ter a experiência de fazer a colheita de frutas.

5. Parelheiros

Parelheiros é um refúgio para os paulistanos. Localizado próximo à capital, a cidade é ideal para quem deseja aproveitar a vida no campo, além de trilhas, passeios náuticos e as chácaras para aproveitar um fim de semana, por exemplo, em completo contato com a natureza. Parelheiros ainda propicia ao visitante o contato com tribos indígenas. Algumas delas são abertas à visitação do público.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*