Uma das principais cidades do Brasil, Belo Horizonte vai ganhar voos diretos para Nova York, Miami e Boston, os destinos mais procurados pelos brasileiros nos Estados Unidos.

O anúncio foi feito pelo governador Romeu Zema (NOVO), na última semana. Serão, no total, seis voos saindo semanalmente da capital mineira para a terra do Tio Sam.

Os trechos serão operados pela companhia norte-americana Eastern Airlines, que vem ampliando suas atividades pela América do Sul e já conta com voos partindo de Buenos Aires (Argentina), Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) e Assunção (Paraguai).

“Essa será a primeira vez que a companhia aérea norte-americana fará voos regulares ao Brasil. Belo Horizonte também é a primeira cidade brasileira contemplada pela empresa”, escreveu o governador Romeu Zema em suas redes sociais.

Quando os voos para esses destinos começam?

O início da operação dos trechos está marcado para o final do mês de março do próximo ano. Porém, ainda não é possível reservar no site da companhia voos para Boston.

A escolha da cidade é estratégica, afinal de contas a influência da comunidade brasileira no estado de Massachusetts é notoriamente reconhecida e só a Latam, em 2018, iniciou a operação de voos para Boston sem escalas.

Quanto custarão as passagens para estes destinos

Aos clientes estão disponíveis passagens para Miami a partir de US$ 391 dólares (R$1.975) ida e volta com taxas. Já a rota de Nova York tem previsão de início em abril com tarifas a partir de US$ 431 (R$2.177) ida e volta com taxas. As passagens já podem ser adquiridas pelo site da Eastern.

Para Nova York e Miami, com preços promocionais, a partir de US$ 236 (aproximadamente R$ 1.196, na cotação atual) e US$ 192 (cerca de R$ 973), respectivamente.

A Eastern Airlines é confiável?

A Eastern Airlines é uma empresa pertencente ao grupo Dynamic e tem em sua frota 12 aeronaves, sendo nove Boeing 767 (versões 200 e 300) e três 777-200.

A empresa é a terceira geração da companhia charter norte-americana Dynamic Airways, uma das grandes operadoras dos EUA no último século e que acabou falindo em 1991. A empresa acabou perdendo espaço com a chegada das companhias low cost e, desde então, vem tentando se reinventar no mercado após sucessivas vendas e reativações.

A Eastern aposta no Brasil e confia no reaquecimento da economia para 2021, em um cenário de solução para a pandemia do novo coronavírus.

Porque Belo Horizonte?

Minas Gerais é um estado que possui sua história intimamente ligada à migração aos Estados Unidos, principalmente de habitantes das regiões do Vale do Aço e Rio Doce. Belo Horizonte, dentro desse cenário, torna-se uma principal rota de ligação entre a comunidade brasileira.

Existe ainda a possibilidade da Eastern Airlines conectar Brasília e Curitiba a Miami com voos sem escalas. No entanto, o início das rotas ainda não foi definido pela companhia.

Você também pode conferir outras opções de viagens com nossos parceiros: Submarino Viagens e Viajanet. É possível encontrar promoções de passagens e de pacotes de viagem para viagens nacionais e internacionais.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*